quinta-feira, 17 de abril de 2014





Nada contra...mas eu não sou assim.
Não eu não malho para ser a gostosona do bairro, nem para fazer fotos sensuais no face ou instagran na espereça de um dia ficar famozinha, virar panicat, ou ir para um BBB da vida ou posar para uma revistinha masculina de sugunda. Prono falei.
Muita mulher que malha deve enfrentar alguns dilemas com relação a imagem que as pessoas tem de quem treina. Eu estou sentindo na pele o preconceito e a generalização. A geração panicat das academias não perdoa. Respeito que malha para ser gostosa, se você se encaixa nesse grupo, ok. Sem problemas, o corpo é seu você faz dele o que achar melhor, o problema é que as pessoas tendem a generalizar e tratar toda mulher que treina igual.

Deixei de usar shorts e top nas academias por conta das liberdades que as pessoas passam a ter, achando que isso é um sinal de disponibilidade, academia é pra treinar, e é muito chato ficar sendo abordada por gente que não me interessa por motivos menos interessantes ainda. Eu não dou a minima se as pessoas olham, mas sei lá, não sei se eu sou implicante, mas detesto a intimidade que alguns homens se dão ao toparem com uma mulher com um corpo desenvolvido e tal, ainda  mais se estiver com roupinhas de malhar...

Nãooooo....você não vão me ver assim galera...
Eu não malho pra isso ai não gente:



Mas sejamos justas, tem mulher que adora isso, e abusa né. Tem guria na que vai malhar com a poupa do traseiro de fora, decotão e ai gente, num tem como o povo não olhar e ficar babando né, é aquele tipo de guria que vai maquiada batendo cabelão, cheia de hormônios anabolizantes no traseiro voz de macho e silicone...


Mas chega de falar dasamiga. O caso é que eu treino para ser forte. Não para parecer alguma coisa...Por conta disso desanimei do fisioculturismo, no geral o que eu vi foi isso...garotas afobadas cheias de hormônios anabolizantes que crescem como pães em semanas...o esporte em si, perdeu o encanto...todo esse preju á saúde para quê? Eu já não sei mais qual o objetivo. Se você tem grana pra pagar um médico e fazer um ciclo de respeito, pronto, facilmente a guria se classifica em um campeonato ( sei que vão meter o pau em mim por conta desse paragrafo, mas é minha opinião e oque eu vejo por ai, e sou franca). só acho que os esporte está um puco banalizado.

Por isso decidi me jogar no Crossfit e voltar as origens do treinamento funcional! é evidente que ainda quero manter meus resultados estéticos, mas quero força bruta também, adoro ser uma mulher forte, não só de parecer forte =D.


Meu esquema de treino está um pouco puxado. Musculação de manha cedinho, e no fim da tarde o Crossfit, e em ambos os treinos eu dou 200% de mim...vem sendo bem divertido para falar a verdade, adoro desafios e nada melhor para desafiar seu corpo do que o Crossfit =D


Por hoje é só galerinha! BEIJOS E BOM TREINO!

5 comentários:

Gi disse...

Carol, entendo exatamente o que vc quis dizer! Cada vez que volto a frequentar as academias do Brasil, fico mais assustada em como a coisa ficou banal (tbm fiz um post sobre isso outro dia).
Tenho sorte pq aqui a situação é bem diferente. Aliás, confesso que no início o que me motivou a ir para a academia foi sim ter um corpo de "panicat"... com o tempo e principalmente dps que comecei a treinar aqui foi que redefini meus objetivos e valores, e aprendi a treinar de verdade. Aqui ninguém faz sucesso exibindo a bunda na televisão, então nas academias existem dois grupos: atletas ou pessoas normais que praticam o esporte pela saúde e pelo amor ao lifestyle.

Boa sorte no Crossfit e conta td pra gente! ;)

Bj

Anônimo disse...

Gostei bastante desse seu texto. Eu entrei na academia para me desestressar e tá dando certo...melhorei o meu humor e ainda eliminei uns kilos.
Mas tem dias que fico aborrecida por lá... treino e nem olho p/ os lados e do nada aparece aqueles caras indecentes. Aff!

Parabéns pelo blog! Descobri tem pouco tempo e já viciei! ;)

Conviteria D'Aline disse...

Concordo com você, eu malho principalmente pela saúde e também para estar bem ao me olhar no espelho. Os rapazes não deveriam generalizar.

Lanky disse...

Carol, que bom que seu blog voltou! Eu adoro a forma franca como você se expressa :)
Acho que as pessoas tendem a julgar demais os outros em razão de assuntos que não lhes dizem respeito. Por exemplo, se você quer malhar, o que as pessoas têm a ver com isso? Ninguém tem que ficar te julgando, você é livre pra fazer com o seu corpo o que quiser.
Mas as pessoas nunca estão satisfeitas mesmo. Quando se está acima do peso, falam mal porque você está gorda, e quando você emagrece, malha e fica gostosa, dizem que você é fútil hahaha... Fora os que querem te empurrar comida e ficam indignados e insistindo com aqueles "mas só um pouquinho" ou "você está neurótica com dieta!".
Que se danem, a gente tem que viver a vida do nosso jeito ;)
Um beijão!

Marcus Cezar disse...

Passei aqui, li seu post e achei bem interessante. Realmente eu passei a malhar depois que comecei a sentir problemas com o peso. Entrei na academia, para melhorar minha parte aeróbica e a própria musculatura que não estava adequada. Participo de corridas de rua, a união das duas foram o que melhorou meu perfil. Perdi alguns pesos e melhorei minha respiração cardiovascular. Pois treino para uma vida saudável. Encontrei nesses esporte uma maneira de tirar o stresse. Pois no meu blog, costumo a postar algo ligado a saúde tambem. Parabens pelo seu ...

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!