quarta-feira, 26 de junho de 2013


Oi Pessoal, tudo bem com vocês? EU tô meio que revoltada....e não vou falar de politica não, relaxa. Fico doida quando vejo esse monte de revistinhas femininas que disseminam formulas absurdas de se emagrecer. Ahhhh mas eles avisam em um paragrafozinho que não se deve fazer isso ou aquilo, contrariando seu médico. Dai pronto, eles se sentem redimidos da responsabilidade da informação que estão disseminando, sendo que a responsabilidade deles é total, afinal de contas, estão cientes da influencia que esse tipo de informação ( dieta milagrosa, perda de peso super rápido e afins) tem sobre o publico ao qual se destina.

Quando eu vi essa o link dessa matéria lá no face, deu até um arrepio na espinha: "Paulinha segue a mesma dieta líquida de quem faz redução de estômago". Primeira pergunta que me veio foi: Quem é Paulinha? Mais uma subcelebridade, ex- BBB, tentando dar sobrevida ao que se pode considerar, uma carreira? O caso é que a mídia AMA a possibilidade de vender alguma coisa. Seja um ser humano, um objeto, ou mais perigoso ainda, uma ideia....Agora imagina o seguinte. A mesma revista, na mesma edição, que ensina, ou fala sobre alguma dieta maluca de celebridade, também passa super receitas ou propagandas de alimentos que você não pode nem sonhar em consumir que engorda ou faz mal mesmo...aff

Dai eu me pergunto, se á uns dois anos atras alguém tivesse me mostrado essa porcaria de matéria, eu teria vibrado, afinal de contas era uma forma de perder peso rápido certo? Era oque que queria não é? Estava cansada de ser gordinha, cansada de me sentir feia, ou inferiorizada pelas chacotas que me acompanharam desda infância.

E você, parou para pensar se essa matéria não gerou uma coceirinha, naquele desejo infame do imediatismo que temos enraizado? Por que é ai mesmo que eles querem tocar.

Então bora refletir um pouquinho. Por que VOCÊ que perder peso? Eu sei de mim. Eu queria me sentir parte do que chamo de padrão de beleza. Queria ser magra para me sentir bonita. Durante o caminho, percebi que isso era secundário, e que gostoso mesmo era ser saudável e isso transbordar para fora da sua pele...para sua superfície, fazendo você ser sim mais bonita.

Olha só quanta saúde essa mulher transpira
ao nossos olhos! (piada né)

Ai Carol você está sendo hipócrita...tá falando isso agora que já emagreceu e blá blá blá. Bom vamos avaliar as coisas. Eu passei muito tempo lutando contra meu peso sem saber o que realmente ele significava. Sobrepeso tem a ver com escolhas.

Se você faz escolhas acertadas, você consegue se manter saudável e consequentemente mais magra. A famosa RA, reforma alimentar, é a verdadeira resposta para um corpo mais bonito e cheio de saúde para o resto da sua vida. E claro, sem se esquecer dos exercícios fisicos, que também são chave para a manutenção do bom funcionamento do organismo. E foi isso que eu descobri. Abandonei as dietas da moda, malucas e me dediquei a um novo estilo de vida saudável e assistir meu corpo responder a isso todos os dias.

MAS NÂO SE ILUDAM, não estou falando aqui dos padrões estéticos da musculação. Dai as regras são outras. Visam a saúde? Sim, mas nem sempre. Hipertrofia muscular e o tipão Panicat de beleza são bem complexos de serem atinginds, ainda mais complicados que perder peso e ser modelete magrela. Dai a midia vai te sacanear também....

Vamos comparar aqui dois tipos físicos para exemplificar o meu ponto de vista. Primeiro a linda Juju.


 Esse tipo de corpo envolve um comprometimento diário altíssimo, tanto na dieta como na prática da musculação e outras atividades físicas. Leve me conta também os gastos com suplementos e cuidados médicos contantes, por que esse tipo físico está sempre no limite da sua saúde, e do seu corpo. exige do seu metabolismo um equilíbrio delicado entre gordura, músculos e afins.
Agora a bonita Sabrina. O tipo físico que ela apresenta é mais, digamos, atingível, sem o mesmo grau de envolvimento diário e cortes na dieta. Esse tipo físico não leva seu corpo ao limite, e pode ser mantido de forma saudável, porém disciplinado.

O que eu quero dizer com tudo isso? Bom acho que a mídia vai sempre tentar tapear a gente  e que no minimo temos de estar consciente de nossas escolhas. Não é uma foto ou uma revista que vão me dizer o que é belo ou não. Quem resolve isso é você. Decida-se por aquilo que você almeja. e Siga em frente, comprometa-se a vá ate o fim!

BEIJOS E BOM TREINO NESSA SEMANA DE CHUVA HEM!


4 comentários:

Renata disse...

Gostei muito do post e concordo com tudo, menos ao falar sobre a Juju, pq claramente essas meninas que são assim 'inchadas' não tem um dieta equilibrada.

Elas comem muito mais proteínas do que os nutricionistas sugerem, tomam suplementos (que no caso se vc tiver uma alimentação adequada, não precisa) e tenho minhas duvidas que essas coxas são conquistadas naturalmente sem 'bola'.
E além do mais, estas são repletas de plásticas e tratamentos estéticos. Ou seja, não são nada naturais ou saudáveis!

Desculpa, mas não são simbolos de saúde para mim.

Beijos

Carolina disse...

Oi Renata,

Era isso mesmo que eu queria dizer sobre o tipão Panicat, que não é tão ligado a saúde, que na verdade não dá para ser assim, fazendo tudo direitinho como manda o figurino se é que me entende....

Beijos e obrigada pela opinião =)

Jaqueline Seixas disse...

Oi Carol, concordo com você, infelizmente em busca de emagrecer já fiz algumas dessas dietas malucas de revista, mas nunca consegui emagrecer com isso porque nunca aguentei continuar,comecei uma R.A e perdi 4 kg, mas estou tendo dificuldades em continuar, primeiro porque tive que parar de fazer exercícios físicos e depois porque as tentações aqui em casa são muitas (moro com 4 pessoas que acham que eu não deveria emagrecer mesmo o médico tendo dito que eu estou na obesidade grau II), apesar das tentações eu não tenho engordado, mas também não tenho emagrecido, mas não vou voltar a fazer nenhuma dieta maluca

Jaqueline Seixas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!