segunda-feira, 3 de novembro de 2014

E ai pessoal, tudo bem com vocês? O post de hoje tá bem reflexivo, dilemas de Carol rsrs. O caso é que como vocês já notaram, eu venho e volto com o blog, me animo mando ver e de repente paro novamente. Isso não é reflexo do meu trino e da minha rotina na academia, eu continuo firme e forte como sempre.

Um dia quero ser assim,
 cheeeeeia de amor próprio =D
O que se passa então? Acontece que esse universo fitness se tornou algo rotineiro para mim...e acabo ficando sem saber como ajudar vocês..Queria muito poder ajudar de modo mais efetivo...não quero ser mais uma malhadinha que fica postando treinos que quem tá inciando não pode fazer, nem postando um monte de fotos com o corpo que conquistei e ficar dando uma de hipócrita que é pra motivar alguém. Não gosto de expor meu corpo por dois motivos. O primeiro é a falta de respeito que a galera demonstra, o segundo é o julgamento que sofro.

Não sei se lembram mas a ultima foto que postei um camarada praticamente me chamou de traveco =\ e não foi nada legal...chorei muito...cansei de ser julgada pelo meu corpo, quando era gorda, sofria com a ridicularização de "amigos" e familiares, sofria com as revistas que me mostravam o tempo todo que eu era inadequada, feia. Fiquei magra e passei a ser ridicularizada por estar "magrela" e agora que estou forte me falam que eu pareço um macho.


Sei que vão me falar que eu não tenho que dar bola pra nada disso e continuar seguindo meu sonho e ter o corpo que eu sempre desejei, mas eu posso ter mudado o físico, mas eu ainda sou a mesma garotinha gordinha que era excluída de tudo por que as pessoas tem nojo de gente gorda =( a mesma garota que só foi namorar depois dos 16 ou 17 anos, quando perdeu peso com uma anorexia doida que graças a Deus não durou. Eu ainda sofro com a minha autoimagem. Eu sou de carne e osso gente, não sou perfeita e nem sempre consigo ser o modelo que vocês esperam de "garota fitness", nem sempre consigo ser uma inspiração. 




Venho estudando a possibilidade de competir, estou levando em conta muitos fatores que vão influenciar e revirar minha vidinha, mexer com a minha rotina, casamento e saúde, tem muita coisa em jogo e não quero me precipitar. O sonho de ter o corpo de atleta não morreu, mas está amadurecendo. 


Olha minha cara de traveca unf...( nada conta as travestis hem gente! Só não é nada
legal ser comparada com uma quando você é realmente uma mulher né )
Vou tentar manter vocês mais atualizados com o que vem rolando, BEIJOS E BOM TREINO 




Categories: ,

4 comentários:

Thais Pedroso disse...

Mas qual é o problema de ser comparada a uma travesti? Muitas delas são mais femininas do que muitas mulheres cisgêneras. Além de que elas têm uma história de superação bem parecida conosco que deixamos de ser gordas.E os homens estão ficando com medo da mulher moderna que se nega a ser mais fraca do que o homem, tanto no comportamento quanto no físico. Então, como eles se sentem ameaçados, a única forma de protegerem a virilidade é atacando essa nova mulher. Mas pense bem, se mulheres musculosas não fossem bonitas, as Panicats não fariam tanto sucesso. Porincrível que pareça, o recalque tem sido muito praticado pelos homens atualmente.

Andrea disse...

Carol, respeito totalmente a sua decisão. As pessoas realmente julgam muito e se acham no direito de opiniar e principalmente, ofender alguém covardemente porque estão atrás de um computador.
Siga forte e corra atrás do seu sonho.
Se você estiver feliz, o resto é resto.
E te garanto, mesmo agora que você só aparece de vez enquanto, mil vezes ler um post decente seu do que ficar vendo menininha colocando o shortinho enfiado na bunda e se achando a última bolacha do pacote.
Eu gosto de gente real, parabéns por ser de verdade no meio de tanta fantasia fitness vendida por aí.

Nana Vas disse...

imagina que já me perguntaram se eu não tinha medo de ser trocada por outra mais magra e ainda me disseram que eu parecia ser bem mais velha que meu marido que era desleixo meu e se ele me abandonasse eu nem devia estranhar...
imagina como eu fiquei péssima gente que fala sem pensar e sem se importar!
não liga gente assim cai por conta própria... magoa a gente por se sentir ameaçado...
bjo vc é um exemplo...

http://quasenua.blogspot.com.br

Ana Lima disse...

Ora dê um murro nessa gente e pronto. Facinho :)

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!